O Fórum Social Mundial Justiça e Democracia destaca a partir de hoje as atividades que ocorrerão no mês de abril, em Porto Alegre.

Dia 26/04, às 17h

Marcha de abertura

Dia 27/04, às 19h

Mesa:  “Vítimas do sistema de justiça” 

Mediação: Tânia Maria Saraiva de Oliveira: Advogada, membra da coordenação executiva da ABJD e do comitê facilitador do FSMJD.

Debatedores:

Dilma Rousseff: Primeira Presidenta do Brasil e economista;

Fernanda Kaingang: militante em defesa dos povos indígenas, primeira advogada indígena da região sul do Brasil e do povo Kaingang;

Marinete Silva: Mãe da vereadora Marielle Franco;

Ana Paula Oliveira: Pedagoga e cofundadora do Coletivo Mães de Manguinhos;

Luís Nassif: Jornalista e colunista independente do GGN.

Dia 27/14, às 16:30

Mesa Eixo 1 “Capitalismo, desigualdades, relações sociais, mundos do trabalho e sistema democráticos de Justiça”

Mediação: Vanessa Patriota da Fonseca: Procuradora do MPT, coordenadora nacional do Coletivo Transforma MP e membra do Comitê facilitador do FSMJD.

Debatedores:

Jules Falquet: Professora de Filosofia da Universidade de Paris;

Creuza Maria Oliveira: Presidenta de honra da Federação Nacional das Trabalhadoras Domésticas (FENATRAD) e presidenta do Sindicato das Trabalhadoras Domésticas da Bahia;

Miguel Soldatelli Rossetto: Sociólogo, sindicalista, ex-ministro do Desenvolvimento Agrário e ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República e do Trabalho e Previdência Social.

Dia 28/04, às 11h

Mesa Eixo 2 “Democracia, arquitetura do sistema de Justiça e forças sociais”

Mediação: Raquel Braga: juíza aposentada do TRT/RJ, integrante da AJD, ABJD e do comitê facilitador do FSMJD.

Debatedores:

Rubens Casara: Juiz do TJ/RJ, Prof. da EMERJ, fundador do MMFD, membro da AJD e do Corpo Freudiano;

Larissa Liz Odreski Ramina: Professor e coordenadora do Programa de Iniciação Científica e Tecnológica da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação da UFPR e membra da ABJD;

Soraia Mendes: Advogada, Professora universitária, perita em processo penal credenciada pela Corte Interamericana de Direitos Humanos.

Dia 28/04, às 19h

Mesa Eixo 3 “Sistema de Justiça, democracia e direitos de grupos vulnerabilizados”

Mediação: Carla Caroline: Defensora pública em SE, presidenta da Comissão de Trabalho de Enfrentamento à Desigualdade Social e Racismo Estrutural da DPSE, co-idealizadora do Projeto Bruxas do Plenário: Tribunal do Júri e Direitos Humanos.

Debatedores:

Matheus Gomes: Vereador em Porto Alegre, militante do movimento estudantil negro e periférico. Integrante do Afronte, Nós Por Nós Solidariedade e do Movimento Negro Unificado;

Dandara Amazzi Lucas Pinho: Advogada. Antirracista, Antiproibicionista e Feminista Interseccional. Advogada. Antirracista, Antiproibicionista e Feminista Interseccional.

Kretã Kaingang: Coordenador Político da Articulação dos Povos Indígenas da Região Sul (ARPIN-Sul), fundador do Acampamento Indígena Revolucionário (AIR), cofundador e presidente da Orccip Curim.

Dia 29/04, às 14h

Mesa Eixo 4 “Democracia, comunicação, tecnologias e sistema de Justiça”

Mediação: Alessandra Queiroga: Promotora de Justiça do MPDFT, integrante do Coletivo Transforma MP e do Comitê Facilitador do FSMJD. 

Debatedores:

Sérgio Amadeu: Sociólogo, Software Livre e da inclusão digital no Brasil e presidente do Instituto Nacional de Tecnologia da Informação;

Jéssica Moreira: Escritora e jornalista, co-fundadora do veículo  Nós, repórter da Agência Mural de Jornalismo das Periferias, autora do blog Morte sem Tabu e do livro Vão: trens, marretas e outras histórias;

Renata Mielle: Jornalista, coordenadora do Barão de Itararé, integrante da Coalizão Direitos na Rede, da Comissão de Comunicação do Conselho Nacional de Direitos Humanos e integrou a executiva do FNDC.

Dia 29/04, às 18h

Mesa Eixo 5: “Perspectiva transformadora do sistema de Justiça e centralidade da Cultura”

Mediação: Mauro Moura: Professor de música cantautor, educador social e militante negro.

Debatedores:

João César de Castro Rocha: Professor universitário da UERJ, pesquisador do CNPq e autor de diversas obras;

Ecila Mendes: Professora de Direito, atriz, bailarina e integrante de movimentos sociais;

Cecília Amália Santos: Procuradora do MPT, coordenadora do GT de Comunidades Tradicionais do MPT, ex-juíza do Trabalho e membra do Coletivo Transforma MP.

Dia 30/04, às 14h

Assembleia Geral

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tradução