Por uma Revolução Democrática na Justiça – Ato virtual do FSMJD

Neste sábado, 29, o Fórum Social Mundial Justiça e Democracia (FSMJD) realiza o ato virtual: Por uma Revolução Democrática na Justiça, das 10 às 13h.O FSMJD acontece presencialmente de 26 a 30 de abril de 2022, em Porto Alegre.

Nomes de diversas áreas estarão conosco debatendo sobre o cotidiano da justiça e como podemos lutar para ter uma justiça capaz de visar a pessoa em primeiro lugar. Falar de resistência, de denúncia, de criação e de luta para a transformação de sistemas de justiça.
Participe!

Apresentando o FSMJD, teremos:
Maria Betânia – Procuradora de Justiça MPPE – Aposentada. Membra do Coletivo Transforma – MP e do Comitê Facilitador do FSMJD

Na mediação:
Vanessa Patriota da Fonseca. Coordenadora nacional do Transforma MP e integrante do Comitê Facilitador do FSMJD

Nossas convidadas e convidados super especiais para falar um pouco desse processo são:

Boaventura de Sousa Santos: doutorado pela Universidade de Yale, é Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, Distinguished Legal Scholar da Universidade de Wisconsin-Madison (EUA) e Director Emérito do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra.

Jones Manoel da Silva: é um historiador, marxista, youtuber, professor de história, comunicador popular, escritor, e militante do Partido Comunista Brasileiro, conhecido pelo seu canal no YouTube denominado Jones Manoel.

Vilma Reis: é Socióloga, Mestra em Ciências Sociais, doutoranda em Estudos Étnicos Africanos no PosAfro-FFCH-UFBA, feminista, defensora de Direitos Humanos, Ativista do Movimento de Mulheres Negras, Abolicionista Penal, Co-fundadora da Coletiva Mahin Organização de Mulheres Negras para os Direitos Humanos, e, através da Coletiva Mahin constrói a Coalizão Negra por Direitos.

Joziléia Kaingang: faz parte da Articulação Nacional das Mulheres Indígenas Guerreiras da Ancestralidade (Anmiga) e é uma das fundadoras da Articulação Brasileira dos Indígenas Antropologes (Abia) e do Comitê de Assuntos Indígenas da ABA.

Luís Nassif: é um jornalista brasileiro. Foi colunista e membro do conselho editorial da Folha de S. Paulo. Nas composições que faz dos possíveis cenários econômicos, não deixa de analisar áreas correlatas que também são relevantes na economia, como o sistema de Ciência & Tecnologia.

João Cézar de Castro Rocha: é professor titular da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Autor de 13 livros e organizador de 30 títulos. Lançou em 2021 “Guerra cultural e retórica do ódio”. Seu trabalho foi traduzido para o mandarim, alemão, inglês, espanhol, francês e italiano.

Jules Falquet: é professora do Departamento de Filosofia da Universidade de Paris 8, depois de ter ensinado sociologia na Universidade Diderot de Paris, desde 2003. Atualmente o foco de suas pesquisas consiste em analisar a reorganização do trabalho e a resistência coletiva à globalização neoliberal de diferentes movimentos sociais do continente americano.

Guilherme Castro Boulos: é professor, bacharel em filosofia, psicanalista, ativista, político e escritor brasileiro. Filiado ao Partido Socialismo e Liberdade, Boulos é membro da Coordenação Nacional do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto.

Tarso Genro: é advogado, autor de livros de direito e teoria política, ex-presidente do PT, foi Ministro da Justiça, de Relações Internacionais e da Educação do Brasil, ex-governador do RS, membro da Academia Brasileira de Direito do Trabalho e do Instituto dos Advogados Brasileiros.

José Geraldo de Souza Jr: é professor titular e ex-reitor da Universidade de Brasília, coordenador do projeto Direito Achado na Rua.

Acesse a atividade através do link:

https://youtu.be/n0fOlveehSM

Venha participar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Tradução